Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

quinta-feira, dezembro 27, 2007

A Fuga


" Ele encontrava-se no meio de um lugar onde teria de fazer uma escolha... a viagem a caminho da Luz ou voltar para trás, para os mesmos lugares onde as gélida manhãs e as enebriantes noites frias o aguardavam, dia após dia... hora após hora...
A sua própria sombra já o incomodava, a própria pele sentia-a como se não fosse dele... procurava uma fuga para a sua alma, corpo e mente...
Ao longe a luz azulada da cidade fazia um convite a quem a olhasse...
- Vem até mim... aqui esquecerás as tuas escolhas e sonhos..."

2 comentários:

a ALMA das IMAGENS disse...

Quem já não tentou fuga?...
Mas não existe fuga possível, porque a alma guarda o que a mente tenta esquecer.
Abraço de alma

Caçador de Palavras disse...

enigmática e assombrosa esta mensagem da cidade ;-)

aquele abraço

Arquivo do blogue