Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

quarta-feira, março 19, 2008

Ouvindo Histórias do Tempo


E se o Paraíso não fosse mais que um entardecer mágico onde tu e eu pudéssemos caminhar lado a lado ouvindo as histórias do Tempo?
Perderias tu a fé se a verdade fosse sómente essa... sentirias tu que o mundo te ofereceu pouco... que nada valeu a pena... porque sonhaste com muito mais?

A verdade pode ser tão pouco... e pode ser tanto ao mesmo tempo... cabe a ti escolheres o modo como a entendes... como a queres entender...

Talvez a verdade seja o Paraíso que julgas não ser, talvez o Paraíso seja, por isso mesmo, aquele dia em que caminhaste ao entardecer ouvindo as histórias do Tempo, olhando o mundo com os olhos de alguém que te acompanhava naquele dia... lado a lado... e sem nunca perder a fé...

3 comentários:

Luís Filipe C.T.Coutinho disse...

talvez o paraíso seja apenas uma perda de tempo para os meninos maus e meninas más...


abraço

Anónimo disse...

Já dizia o grande Fernando Pessoa:
"Tudo vale a pena quando a alma não é pequena.".
Quando almas gemeas se encontram, aí tudo começa a ter sentido...
aí deixamos de sentir necessidade seja do que fõr.

Citando Rumi:

"Vem ao jardim na primavera, disseste.
- Aqui estão todas as belezas, o vinho e a luz.
Que posso fazer com tudo isso sem ti?
E, se estás aqui, para que preciso disso?"

Abraço de alma

Caçador de Palavras disse...

sim, e se?...

aquele abraço

Arquivo do blogue