Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

segunda-feira, maio 10, 2010

A Ilha dos Murmúrios


Ouvi-te ontem à noite... ou foi a minha imaginação? Por entre o marulhar das ondas e o assobio do vento juraria ter ouvido o teu chamamento! O alto do Farol é um pouco como o tecto do mundo, mas isso não é desculpa para as minhas... como se chamam as visões que nos chegam pelas orelhas? Não sei... de qualquer forma agora já pouco importa.
Os loucos não ouvem como os sãos... ouvem com o coração, não com os ouvidos.

3 comentários:

a ALMA das IMAGENS disse...

Amei o texto e a imagem.
"Os loucos não ouvem como os sãos... ouvem com o coração, não com os ouvidos.".
Esses seres a quem chamam de loucos, também não vem com os olhos físicos, mas vêm com os olhos da alma.
Ainda hoje eu falei desses géneos a quem a humanidade menos sã, que se julga sã, intitula de LOUCOS.
Há um tempo atrás, havia um senhor, pintor de quadros a oleo... todos os dias, quando pela rua dele eu passava, esse senhor,que estava a pintar e de janela aberta, saía da sua casa situada num rés do chão...
Sempre me fazia uma pergunta diferente e perguntava-me se eu conseguia ver aquilo e se não achava lindo?.
Coisas estranhas, como vidros de janelas partidos, plásticos que estavam sobre as chaninés, etc. Sempre via beleza em tudo.
Nessa época eu não conseguia ver nada... passados vinte anos, começo a ver desenhos nas nuvens, e outras coisas mais. ainda hoje me perguntei se estaria a ver com os olhos da alma ou se estaria a ficar LOUCA?.
ao lere este texto.
fiquei feliz por fazer parte de um grupo de gente menos(sã)que consegue ver e sentir não com os olhos, mas com o coração.
Abraço de alma querido A.M. Catarino

Joana disse...

Para mim faz mais sentido ouvir com o coração do que com as orelhas.

Beijinhos

Passageiro do Tempo disse...

Fascinante....


Um grande abraço!

Arquivo do blogue