Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

terça-feira, setembro 14, 2010

O Senhor do Mar

" Tinha finalmente conseguido viver junto ao mar, um desejo desde o primeiro minuto em que o vislumbrou da janela do carro de seu pai numa viagem, tinha então 3 anos.
Hoje 90 anos depois conseguiu finalmente. Podia sentar-se na varanda da sua casa e olhar, desde o nascer ao pôr-do-sol, a estrada que, ao lado do farol, seguia em frente, esta estrada era o seu imenso mar.
Precisava deste mar, desta melodia, deste brilho e desta energia infinita para a última grande viagem da sua vida... precisava de guardar os últimos instantes desta dimensão na sua mente pois uma jornada o esperava, e ele ansiava, secretamente, num lugar bem guardado da sua mente, por essa mesma viagem... porque era isso mesmo, uma viagem que o aguardava. Quem sabe se iria finalmente, num longo voo razante, tocar com as suas mãos a superficie deste oceano vasto e magnífico.
Descobriria o maestro desta incessante melodia que desde criança sempre o encantara?
Estava pronto...
Estendeu a mão e ao lado alguém lhe sorrira... o seu neto pareceu ler os seus pensamentos dizendo-lhe:
- Nunca te disse isto avô, mas cada vez que vejo este mar imenso, vejo-te a ti... "

2 comentários:

Caçador de Palavras disse...

belíssimo ;-) aquele abraço

Smilechild disse...

Realmente muito Belo
Parabéns pelo Texto

Arquivo do blogue