Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

sábado, outubro 09, 2010

[ Caminhos Esquecidos ]

" As estradas e caminhos onde me encontrei, não pertencem a este Tempo... nem tão pouco os rostos que me sorriram...jamais existirão...
As histórias que me foram contadas pertencem a outro passado, àquele Tempo em que tudo era eterno, quente e luminoso...
O Tempo do sonho todos o tivémos, e, algures, perdura na ténue linha intemporal do passado, presente e futuro... sem ser nem de um, nem de outro...
Ao mesmo Tempo que sou eu, ao mesmo Tempo não sou eu... desligo-me e volto a ligar-me à realidade do passado e do presente...
Não esqueço as marcas que as pedras do caminho para a escola, quando era criança, me davam a conhecer, nem tão pouco esqueço o meu destino nelas escrito e bem gravado...
Naquele lugar onde um dia me sentei na areia, talvez a meu lado ainda estejas tu num outro futuro... num outro presente...
E nessa praia branca eu tentava adivinhar o meu caminho no voo das aves...
E, ao mesmo Tempo, eras tu que o escrevias no teu caderno, sem saber, o teu próprio destino...
«Quem parte, pode nunca voltar um dia... » escreveste tu naquela tarde no teu poema..."

4 comentários:

a ALMA das IMAGENS disse...

Lembranças da alma que nos tocam eternamente.
Amei.
abraço na alma.
Sempre!!!

Joana disse...

As nossas almas companheiras andam sempre junto de nós. Nem que seja "na ténue linha intemporal do passado, presente e futuro..."

Beijinhos

Caçador de Palavras disse...

belíssimo ;-) aquele abraço

Teresa disse...

Fiquei melancólica com as recordações!!!
Gostei muito :)

Arquivo do blogue