Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

domingo, fevereiro 12, 2012

[ Incessantemente ]





" Caminhas de novo à beira mar como em tempos... tu bem sabes...
As tuas perguntas de hoje, ecoam no passado em que, sem o saberes, respondias na perfeição... 
Cada vez mais te questionas quem és tu... ou... talvez não passe de cansaço...
Como tudo se repete... e repete... e repete... incessantemente...
Como o Mundo em que habitas está cansado dessa repetição... ou, talvez sejas sómente tu a te cansares de o ver repetir-se...
Hoje, para ti próprio, não há luar, mesmo que a Lua brilhe...
Amanhã o Sol iluminará as pedras da calçada, mas não a tua alma..."











4 comentários:

a ALMA das IMAGENS disse...

A nossa existência é feita de escolhas, cabe a nós decidir se o sol irá iluminar as pedras da calçada ou a nossa alma ou ambas.
Beijo na alma

jorge vicente disse...

Bela, belíssima fotografia!

Muitos abraços
Jorge Vicente

Caçador de Palavras disse...

fabuloso ;-) abraço

Caçador de Palavras disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Arquivo do blogue