Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

segunda-feira, março 21, 2011

Hoje como Ontem...

" - Imagina um Mundo em que existe, algures, uma memória de tudo quanto existiu, existe e existirá...
- Mas isso existe mesmo mãe? - Perguntou o menino à sua mãe, segurando-a pela mão.
- Isso só não existe como isso é real, nunca te esqueças disso.
Hoje, já velho, relembra a caminho de casa as palavras que a sua jovem mãe um dia lhe disse naquele pôr-do-sol. E sim, é verdade o que ela um dia lhe contou, conseguiu finalmente entender isso após tantos anos, aquela mensagem tinha muito mais do que lhe parecia na altura, tão simples e tão enigmática... nunca mais a esqueceu.
Não entendia porque se lembrava, em especial nesta altura, dos momentos em que era criança. Ao mesmo tempo pareceu-lhe não estar só. Talvez fosse uma necessidade dele mesmo, mas algo dentro da sua cabeça lhe dizia que não estava sózinho. De facto sózinho não estava, mas havia algumas coisas que ainda não entendia, apesar de tantos ensinamentos, de tantos percursos ultrapassados, de tanta coisa aprendida, havia algo que lhe escapava.
Os seus pensamentos iam agora para o momento em que os seus amigos e ele próprio se tinham preparado ao longo de tantos anos. Estaria ele preparado?"

1 comentário:

Caçador de Palavras disse...

o eterno jogo do Tempo ;-)

aquele abraço

Arquivo do blogue