Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

quarta-feira, junho 27, 2007

A Noite dos Magos



"A noite em que os Magos se reuniram para que a Humanidade não se exterminasse era uma noite como outra qualquer ou pelo menos assim nos pareceu...
Se olhássemos com mais atenção poderíamos perceber uma certa luminosidade, uma certa Luz vinda do firmamento... que entrava em sintonia com aquele lugar... a Casa do Conhecimento, o lugar onde um grupo de humanos, iguais a tantos outros, lutava para que a consciência do próprio Universo não terminasse ali, a única coisa que os distinguia era o modo de olhar as coisas... porque cada coisa diz mais do que aquilo que parece...
A Luz vinda de cima ao entrar na Casa pelas telhas de vidro iluminava o rosto e o espírito de cada um, e eles sabiam que essa era a Luz do conhecimento, da Verdade e da Vida...

Despediram-se, mais uma vez a Humanidade estava salva de si mesmo... agora uma coisa os preocupava... todos eles estavam cada vez mais cansados, mais vazios da magia que protegia a Natureza, que protegia a Humanidade, o Sol e a Lua...
A grande batalha estava próxima e eles sabiam isso muito bem.
O mais velho de todos sorriu demoradamente e fixou cada um dos seus companheiros como se esta fosse a última vez. O que ele não sabia era que todos os outros repararam no seu olhar."

2 comentários:

Caçador de Palavras disse...

se o olhar é o espelho da alma, talvez a alma seja um espelho do mundo...

mágico este texto

aquele abraço

Sandra Marques disse...

Fez-me lembrar os livros de Paulo Coelho ... gosto deste tipo de pensamentos e da forma como os consegues transmitir.
Beijinhos :-)

Arquivo do blogue