Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

quinta-feira, dezembro 02, 2010

[ Para além de ti... ]

" Naquele momento não se ouviam os gritos nem os lamentos da guerra... só estavas tu e aquela outra silhueta mais além, que olhava, nesta noite, para a imensa Lua. Era como se, de alguma forma, aquela imensa luz te enviasse algum tipo de proteção invísivel...Naquele mesmo instante, muito longe dali, alguém olhava também a Lua e rezava para que a paz regressasse...
Quantas vezes olhamos na mesma direcção sem que saibamos que mais além alguém olha connosco exactamente para o mesmo lugar? "

5 comentários:

Pedro Ferreira disse...

Exactamente! Quantas vezes estamos em sintonia com outra alma, mesmo com uma enorme distância a separar-nos...

a ALMA das IMAGENS disse...

...Quantas vezes?!...
Mais vezes do que possamos imaginar.
Afinal, TODOS SOMOS UM.
Beijo na alms

Caçador de Palavras disse...

Meu amigo, acho que nunca estamos sozinhos no namoro da lua

;-)

aquele abraço

Teresa disse...

A Lua, a eterna companheira do sonho, do desejo, da Alma....

Smilechild disse...

Gostei

Arquivo do blogue