Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

sexta-feira, abril 27, 2007

A Casa da Praia


A casa da praia é o cofre onde guardo as palavras mais valiosas... aquelas que a minha boca nunca pronunciou.

Passam o Outono em silêncio, murchando como árvores despidas pela queda das suas folhas... enfrentam o Inverno encerradas na humidade e bafio da sua auto-claustrofobia... recebem a Primavera como uma promessa de liberdade, quais andorinhas que regressam a horizontes mais felizes...

E o Verão aqui tão perto...

2 comentários:

Passageiro do Tempo disse...

Mas certamente que essas janelas dão para um mundo muito maior... um lugar onde as palavras brilham no mais agreste inverno!!! Gostei de ler este texto!!!

Abraço!

Laranjinha disse...

Ciclo de vida. *

Arquivo do blogue