Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

sábado, agosto 18, 2007

Os Adoradores do Sol


Só tinha uma certeza, fosse qual fosse o seu destino, tinha que seguir em frente... para onde? Com que missão?
Apesar de na sua mente se sentir desconfortável quando alguma destas perguntas imaginárias lhe ocorriam, algo maior que si próprio se sobrepunha, como uma verdade, uma absoluta verdade... este é o seu caminho, este era o caminho certo...
Parou e tentou vislumbrar por entre um nevoeiro denso, algo enigmático, prenúncio de um acontecimento que por momentos o atemorizava e ao mesmo tempo o deixava numa expectativa tranquilizadora, um local para descansar.
Após uns instantes levantou-se e seguiu, agora mais confiante, mais seguro de si mesmo, aquele seria o caminho certo.
O nevoeiro haveria de desaparecer nos minutos mais próximos, sentia a presença da luz do Sol, da presença de uma Luz muito maior...
Instantes depois as nuvens subiram, a cada passo que dava o caminho à sua frente abria-se, de tal modo que conseguiu ver, ao longe, sombras debruçadas sob um muro de onde uma Luz intensa rasgava os céus...
No exacto momento em que se juntou aos outros nada, na sua longa caminhada, o tinha preparado para o momento da chegada ao Templo dos Adoradores do Sol.
Foi então que compreendeu aquela imensa verdade que esteve sempre com ele, a verdade que sempre o fez caminhar, a verdade que o fez não desistir... essa sua verdade brilhava como aquela Luz...

1 comentário:

Caçador de Palavras disse...

e que essa verdade brilhe sempre dentro de nós ;-)

abraço

Arquivo do blogue