Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

domingo, maio 11, 2008

O Alquimista


" Não conseguia deixar de pensar naquela noite em que o seu avô lhe contara a história do Alquimista, o senhor de barbas brancas que poderia transformar os sonhos em realidade e, também, qualquer realidade em sonho.
Só agora a uma distância tão longa no Tempo entendeu as palavras que o seu avô lhe tentara dizer... se ele fechasse os olhos poderia sentir de novo aquele olhar tão meigo que só os avós possuem e ouvir de novo a sua voz a contar-lhe a sua própria história... a história do Alquimista..."

2 comentários:

Caçador de Palavras disse...

é preciso viver os nossos sonhos para não deixar morrer os alquimistas...

;-)

abraço

Parapeito disse...

E não há decerto ninguem que conte melhor histórias que os avós...
E que bom é acreditarmos que os sonhos vao ser realidade...

Foi bom passar por aqui***

Arquivo do blogue