Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

terça-feira, novembro 18, 2008

A Essência das Coisas


A essência das coisas não cabe dentro das próprias coisas... tentar capturar a essência das coisas seria um pouco como tentar guardar uma gaveta dentro duma outra gaveta rigorosamente igual... e, de qualquer forma, quem é que disse que uma gaveta é para guardar coisas? Porque é que eu não posso ter uma gaveta vazia na minha mesa de cabeceira reservada para a essência daquilo que eu julgo ser?

2 comentários:

Joana disse...

A nossa essência não é para guardar, é para sentir...

Passageiro do Tempo disse...

A Essência das coisas... é a Verdade que queremos esconder... a todo o custo, de nós mesmos...

Um abraço grande!

Arquivo do blogue