Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

domingo, setembro 02, 2007

A Visão


Na escura noite em que o cavaleiro nos levou a mensagem todos pressentimos de que algo não estava bem, só aquela fogueira nos pareceu real, a própria Lua, companheira dos solitários e caminhantes, parecia diferente...

Atrás de nós pareceu-nos ouvir um estalar de ramos, como se alguém andasse perdido naquele imenso bosque. Olhámos uns para os outros, pareceu-nos que ninguém faltava, mas ao mesmo tempo alguém que deveria estar connosco não estava e isso perturbou-nos a todos...

O mais velho de nós apagou a fogueira e disse:

- Temos de seguir, como sabem está na hora, a Lua deu-nos o sinal... hoje é a noite da batalha, aquela que todos tememos e aquela que todos esperamos.

Alguém então perguntou...

- Quem anda na floresta?

O velho sábio olhou para nós dizendo:

- Quem procura encontra, somos mais do que somos aqui... há guerreiros da Luz que nos acompanham sem saber, no entanto estão no caminho certo... um dia quando acordarem seguirão, mesmo de olhos vendados e na noite mais escura a Luz que nunca viram mas que sabem existir...

Seguimos em frente... o som de alguém atrás de nós, por momentos, deixou-se de ouvir... o nosso companheiro desconhecido havia de voltar a encontrar o nosso caminho... e isso para todos nós era uma verdade.

1 comentário:

Caçador de Palavras disse...

Parece-me a resposta perfeita à pergunta que tinha deixado em aberto no post anterior.

Obrigado pelo esclarecimento. ;-)

Aquele abraço.

Arquivo do blogue