Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

sábado, outubro 25, 2008

Um Tempo de Mar


É o Tempo,

É o teu Tempo,

Na imensidão que olhaste tantas vezes...

Vislumbras o exacto momento,

Em que um abraço de maresia,

Te levou ao coração do Mundo.



De novo tocaste um imenso Mar,

Onde a voz dos deuses se fazem ouvir...

E... tu sabes...

Um Tempo de Mar...

É o silêncio das palavras que não podem ser ditas...

2 comentários:

Joana disse...

Muito bonito. Parabéns!

Caçador de Palavras disse...

de rara beleza ;-)

aquele abraço

Arquivo do blogue