Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

sábado, abril 18, 2009

[ Para Além de Ti... ]


" No dia em que chegaste a tua casa, mais uma vez te encontraste de novo no teu lugar... só que, desta vez, pareceram-te ser outras as tuas coisas... que te aconteceu?
Seria a tua ausência sentida de forma tão intensa pela matéria que te rodeava, que se distorceu no Tempo e no espaço?
Ou serias Tu mesmo que mudaste?
Olhaste-te ao espelho, lembras-te? E sorriste...
Aquele serias tu mesmo?
Abriste a janela, eu sei que sim... e deixaste entrar a luz da manhã...
Ao mesmo Tempo algo te inquietava... tudo ao teu redor agora te parecia temporário, como se um determinado Tempo estivesse a acabar e um outro Tempo te aguardava algures num determinado futuro... e respiravas fundo tentando esquecer-te daquelas paredes...
Precisavas de uma voz naquele silêncio, a música não te chegava para abafar a tua inquietação...
Abraçaste a tua almofada e obrigaste-te a adormecer num outro lugar... onde o mar soava como uma melodia e o luar guardava no brilho das águas o segredo que guardas no teu peito..."

3 comentários:

Light Wings Above disse...

O mar confidente guarda para além de lágrimas e prantos, inúmeros segredos preciosos...

Laranjinha disse...

Talvez, tenha sido o tempo que a passou. E que a mudou...

http://escritoemlaranja.blogspot.com

Caçador de Palavras disse...

como um sonho... ;-)

aquele abraço

Arquivo do blogue