Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

segunda-feira, março 05, 2007



"As tuas marcas podem dizer muito, mas não consigo ler a tua mensagem...
A tua côr revela marcas do tempo, de um Tempo em que exististe sem saber que em cada dia caminhavas para uma viagem sem retorno, onde só as tuas recordações continuavam presas ao tronco que abandonaste.
Sei que depois de deixar este local só eu saberei onde te encontravas, em que local preciso da tua existência te olhei... e ainda te recordo, ainda recordo aquele outono... mas sei que não mais te irei ver..."

3 comentários:

Sissi disse...

Existem mensagens que a nossa alma não consegue decifrar...mensagens que o tempo apagou... gosto do texto e da imagem.
Um abraço de alma, passageiro do Tempo!!
Sissi

jomagope disse...

O Passageiro do Tempo precisa de se deitar ao sol, sentir o calor que aquece a alma e dá cor a cada nova perspectiva do olhar e dos afectos...

Eu gosto de estados de encantamento e o acreditar que em momentos menos bons, logo acontece algo que contagia de alegria tudo o que nos rodeia...

Caçador de Palavras disse...

o instante entre o antes e o depois...

:-)

um grande abraço

Arquivo do blogue