Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

domingo, março 25, 2007

Entre mim e as palavras



Poderei eu abandonar este carro na berma e inventar para mim um caminho novo, livre de medos e amarras ?

As estradas de alcatrão nada mais são do que um empecilho quando pretendemos voar nas asas da felicidade.

Este carro conduz-me na ilusão de que sou eu a conduzir.

Quantas vezes não me perdi em viagens que me levaram mais longe do que aquilo que eu pensava efectivamente poder errar?

Quantas vezes não estudei já o Mapa do Incidente que se tornou a minha vida?

Quantas vezes não acordei da exaustão da minha tristeza falhando em reconhecer como meu o toque do telemóvel que me despertava?

A linha do horizonte afigura-se-me um infinito degradé de distâncias... quão longe poderei realmente chegar?

E se eu encostasse já ali?

E se eu estacionasse mesmo debaixo da primeira árvore do último bosque antes da cidade?

E se eu pousasse a minha caneta e poupasse a próxima folha do diário das minhas inquietações?

Escrever é também, em certa medida, uma vaga, misteriosa e inesperada espécie de felicidade.

3 comentários:

Lumife disse...

BOM FIM DE SEMANA COM LA TRAVIATA...

Lumife


Espectacular...

http://www.dailymotion.com/swf/2NuaeFcjOY4up4W5F


Também o/a convidamos a estar presente no 2º ENCONTRO DE BLOGS EM ALVITO.

Veja as notícias nos blogs da Organização:

BEJA http://bxalentejo.blogspot.com

GASTR'EAT http://gastreat.blogspot.com

ALVITRANDO http://alvitrando.blogs.sapo.pt

MAR ADENTRO http://maradentro.blogs.sapo.pt

Sandra Marques disse...

AS nossas escolhas dependem de nós próprios ... só nós podemos decidir seguir ou ficar.
Beijos

Passageiro do Tempo disse...

Li e reli.... e acho deslumbrante o que escreveste!

Grande abraço!!

Arquivo do blogue