Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

segunda-feira, dezembro 18, 2006

A Mensagem


Foi esta a árvore que um dia abracei... quem nunca o fez só saberá o que sente quando o fizer.

2 comentários:

Caçador de Palavras disse...

há coisas em que apenas com todos os sentidos a trabalhar em unissono conseguimos captar...

por vezes o simples olhar não consegue abarcar a plenitude do mundo sensorial

hei-de abraçar uma árvore também

um grande abraço

Sandra Marques disse...

Um dia hei-de conseguir abraçar uma árvore ... tenho andado a treinar os sentidos, fechando os olhos e vendo as imagens apenas no meu cérebro. Deixar os sons fluirem e perscutar a natureza com a alma ... talvez consiga isso um dia :-)
Beijinhos!

Arquivo do blogue