Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

domingo, dezembro 10, 2006

"Um minuto vale sessenta segundos cheios de Vida"

No meu quarto de criança em tempos, esteve pendurado numa parede um poema de Rudyard Kipling ( o nome pode estar não escrito correctamente porque não me recordo bem, mas penso não ter errado ) onde eu lia desde muito novo algumas frases que, ao início, não compreendia de um modo completo, mas que ao longo da minha vida cada vez mais sentido fizeram… posso mesmo dizer que me ajudaram a ser quem hoje sou. No fundo tudo nos influência, mais ou menos, dependendo do modo como se nos apresenta.
Nesse poema uma das frases, não sei a razão, detinha uma força de tal modo intensa que quando a lia era tomado por uma coragem, força e impetuosidade fora do comum mesmo em criança.
O poema a determinada altura dizia (estou a citar de memória ): “… se um minuto vale para ti sessenta segundos cheios de vida, apesar das contrariedades duras que te tomem, então valeu a pena o Mundo será teu e tu serás um Homem… “.
Em criança esta frase deixava-me admirado, pensava neste Homem com H grande como um super homem, alguém inatingível. No entanto quase todos os dias, devido a este poema estar pendurado no meu quarto, eu a lia.
Muito mais tarde, não sei precisar quando, ao ler o poema num determinado dia este pareceu-me dirigido a mim próprio, como se uma mensagem me tivesse seguido a vida inteira e só neste preciso momento me fosse desvendado, precisamente naquele dia… li-o, reli-o e fui tomado de uma força interior absolutamente fantástica…
Depois disso, já adulto, sempre que necessitava de alguma ajuda ou força para situações em que eu me considerava menos pronto para enfrentar, bastava ler o poema e sabia que nada me poderia abater, porque um minuto valia para mim sessenta segundos cheios de vida e era esse o segredo para que o Mundo fosse meu. Fechava a porta de casa, descia a escada e ao abrir a porta da rua o mundo tinha um brilho diferente…. Lindíssimo!Um Tempo de sessenta segundos cheios de vida, venha o que vier, é a chave, porque não há nada que nos possa deter… e o Mundo será nosso… acreditem.

1 comentário:

Caçador de Palavras disse...

...e foi um minuto de sessenta segundos de emoção que durou a leitura deste texto... e o teu mundo foi tb por um minuto o meu mundo, abraço

Arquivo do blogue