Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

sexta-feira, fevereiro 16, 2007

A intangível perfeição dos dias imperfeitos


Ah... a intangível perfeição dos dias imperfeitos!

Bem posso resmungar e barafustar, mas o certo é que este uivo do vento e este quentinho no coração partilham-me de igual modo...

Resta-me tomar um cházinho para fazer as pazes com o vento... talvez assim ele nunca deixe de me sonhar.

3 comentários:

Passageiro do Tempo disse...

A perfeita imperfeição de todos os nossos dias muito bem descrita por ti...

Abraço!!

Sandra Marques disse...

Bem podes refilar, mas os dias continuarão a ser imperfeitos e incontroláveis ... se assim não fosse, os dias seriam monótonos e perderiam o "sal".
;-)

Sissi disse...

É importante que a natureza nos desperte...
Um abraço grande
Sissi

Arquivo do blogue