Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

quinta-feira, janeiro 04, 2007

Salto no Tempo


Não me quero hoje aqui, neste lugar, nesta hora e nesta vida... no entanto sei que temos de continuar...
Um apelo no voo daquela gaivota surge no meu espaço mental como uma mensagem, talvez seja eu a desejar isso mesmo.
As palavras que o vento me conta fazem-me sonhar, o voo das aves lembram-me um Tempo que já não existe... lembram-me um Tempo de sonho em que, eu próprio, voava...
A carruagem que nos leva teima em não nos ouvir, teima em nos deixar surdos em relação a outros como nós...
Olho para trás, a gaivota que esteve perto de mim olha-me e lança-se num voo como que a convidar-me a acompanhá-la.... e eu vou...

3 comentários:

Caçador de Palavras disse...

é bom saber voar...

um grande abraço, meu amigo

António Gil disse...

Aqui e agora é Tudo o que necessitamos para a nossa evolução,pois,mesmo,nas zonas penumbrosas da Vida,os nossos sonhos e a nossa Luz são eternos...A Dor e o Sofrimento talvez façam,afinal,parte de uma ordem superior perfeita e significativa,para vermos que a Luz aparece sempre ao fundo do túnel...grande abraço P...

Sandra Marques disse...

Com o passar do tempo tornamo-nos mais racionais e parece que a força dos sonhos infantis e adolescentes se perdem ... por vezes tudo é tão diferente do que imaginamos ... acompanha esse voo que leva de volta aos sonhos e vive mais do que nunca.
Beijinhos :-)

Arquivo do blogue