Nem tudo começa aqui e nem tudo acaba aqui

Uma viagem conduzida por:

sábado, janeiro 20, 2007

Vermelho frio


Ilusões numa cidade fria,
resgatam a alma para os confins dos sentidos.
Revejo-me e não me conheço neste lugar,
onde as metáforas da realidade,
me levam para lugares sem destino.

Além, onde a catedral se ergue,
a noite é rasgada pela sua côr,
ao luar de um vermelho frio,
sinto o que ninguém sonha,
procurando a sombra de uma flôr.

3 comentários:

Caçador de Palavras disse...

história da procura de algo mais... dum lugar primordial onde nos sintamos em casa...

abraço

Sandra Marques disse...

A eterna procura de quem somos e do que queremos.
Beijinhos!

António Gil disse...

A Solidão Humana a falar pungentemente numa imagem belíssima...

Arquivo do blogue